1
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

A adequada gestão documental e manutenção de arquivos tem a finalidade de contribuir com a eficiência da administração pública, concedendo transparência e viabilizando o direito à informação. Pensando nisso, o Arquivo Nacional está nesse momento dedicado à construção da Política de Gestão de Documentos e Arquivos na Administração Pública Federal cuja finalidade é estabelecer princípios e diretrizes para a gestão deste tipo de material dos órgãos e entidades públicas, com vistas à produção, preservação e acesso a documentos públicos. À frente desse trabalho está Neide de Sordi, que é diretora-geral do Arquivo Nacional e presidente do Conselho Nacional de Arquivos, entrevistada nessa live, que acontece na quarta-feira, dia 26, às 18, nos canais da Biblioo.

Sordi é bibliotecária e mestre pela Faculdade de Ciência da Informação da Universidade de Brasília. É analista judiciária aposentada do Superior Tribunal de Justiça. Foi diretora da empresa InnovaGestão – Consultoria em Informação. Também foi diretora executiva do Departamento de Pesquisas Judiciárias do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e secretária de Pesquisas e Informação Jurídicas do Centro de Estudos Judiciários do Conselho da Justiça Federal (CJF). Dirigiu a Biblioteca do Superior Tribunal de Justiça/Tribunal Federal de Recursos. Foi bibliotecária do Centro Nacional de Informação e Documentação Agrícola (CENAGRI). Integrou os Conselhos Deliberativos da Open Knowledge Brasil (OKBR) e da Sociedade Brasileira de Gestão do Conhecimento (SBGC), pesquisadora do Centro de Pesquisas sobre o Sistema de Justiça Brasileiro (CPJus) do Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP).

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

A proposta de taxação dos livros será tema de live promovida pela RNBC

Próximo post

Debate “Eleições municipais: políticas de livro, leitura e bibliotecas”