0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Por Morillo Carvalho, da EBC – Rádio Agência Nacional.

Entre as posses dos 39 ministros do novo governo Dilma Rousseff, está a volta de Juca Ferreira ao ministério da Cultura. Secretário executivo do ministério na gestão de Gilberto Gil, Juca assumiu a pasta no finalzinho do governo Lula.

No período, encaminhou ao Congresso projetos como o do Plano Nacional de Cultura e iniciou a reestruturação dos mecanismos de financiamento e fomento, propondo que além da Lei Rouanet, o Ministério financiasse obras por meio dos editais e criando mecanismos como o Vale-Cultura.

Nos últimos dois anos, Juca foi o secretário municipal de Cultura de São Paulo e, por isso, disse à Agência Brasil que, agora que conhece as duas pontas, que são o governo federal e o poder local, acha que pode ajudar. Antes da primeira posse da presidenta Dilma, um movimento de artistas e intelectuais tomou conta das redes sociais na internet, usando a hashtag FicaJuca. No entanto, a escolha foi pelo nome de Ana de Hollanda. Quatro anos depois, sem tanto clamor da classe, Juca volta com o desafio de retomar projetos que foram descontinuados no período, como o dos Pontos de Cultura e uma ampla discussão sobre o direito autoral.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Retrospectiva 2014

Próximo post

Cultura e Acessibilidade

Sem comentários

Deixe uma resposta