0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Desde o início deste ano, a população vem recebendo através dos meios de comunicação, dados e informações sobre este “novo vírus” transmitido pelo mosquito Aedes Egypti. Como é de conhecimento de todos, este mosquito é transmissor do zika, da dengue e da chikungunya, infectando boa parte da população brasileira e tornou-se um problema de saúde pública. O Aedes Egypti vem sendo estudado por vários países.

Em janeiro, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)  lançou uma biblioteca temática,  Aedes Informaorganizada pela Rede de Bibliotecas da Fiocruz com o objetivo de reunir referências bibliográficas de várias bases de dados.  Além disso, outras ações de comunicação no combate ao vírus zika também é encontrado no site da instituição, como perguntas e respostas sobre a zika, uma rede sobre as três doenças transmitidas pelo mosquito que apresenta notícias, um canal de televisão do SUS, etc. A revista Biblioo noticiou a biblioteca temática Aedes Informa em 30 de janeiro de 2016.

Além da Fiocruz, os sistemas de bibliotecas de duas instituições de ensino superior público lançaram em março/2016 canais de comunicação e de informação sobre o mosquito e as respectivas doenças.

A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) lançou a Webliografia sobre aedes aegypti que traz artigos, documentos, vídeos, mídia e links sobre o tema. Este trabalho foi organizado pela equipe do Sistema de Bibliotecas e Informação (SIBI/UFRJ).

A Universidade de Campinas (UNICAMP) através de uma parceira da Pró-Reitoria de Pesquisa (PRP/UNICAMP), formada por docentes e pesquisadores, e do Sistema de Bibliotecas da Unicamp (SBU/UNICAMP) lançou a Biblioteca Digital Zika  com o objetivo, segundo o site, “Oferecer suporte informacional através da Biblioteca Digital Zika, a qual disponibilizará aos pesquisadores da força-tarefa a conteúdos científicos especializados, de maneira rápida e precisa.” Além de notícias, o portal da biblioteca digital apresenta descritores, análise da produção científica, fontes de financiamento, vídeos, links e contato, ainda tem um chat, Pergunte ao bibliotecário. As bibliotecas do SBU/UNICAMP que participaram deste trabalho foram às bibliotecas do Instituto de Química, de Biologia e da Faculdade de Ciências Médicas.

São iniciativas relevantes como estas da UFRJ e UNICAMP que mostram a importância do trabalho do profissional da informação e das bibliotecas universitárias para a sociedade, pois divulgam informações relevantes e seguras para todos, contribuindo assim para novas pesquisas científicas da área.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Ecce Liber em cena: notícias volobibliográficas

Próximo post

Biblioteca digital reúne acervo acessível a deficientes visuais

1 Comentário

  1. 13 de abril de 2016 a 12:47 — Responder

    Aqui onde trabalho estou elaborando uma bibliografia do zika. Se alguém tiver interesse envia e-mail para [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *