0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Dia desses montei uma lista de sugestões de livros para presentear uma bibliotecária nesse natal. Se não quiser errar com um bibliotecário, dê a ele um livro de presente. Bibliotecários adoram ganhar livros. E mais ainda, adoram comprar livros. Já visitei várias casas de colegas de profissão, vi com meus próprios olhos. Tudo bem. Admito. Eu também compro livros por impulso.

É uma coisa linda, até você perceber que mais da metade dos livros que comprou estacionaram em uma estante da casa, sem serem lidos. Não há tempo suficiente. Mesmo assim, tá tranquilo. Na antibiblioteca de Umberto Eco os livros não lidos são mais importantes do que os lidos. E é muito melhor comprar livros do que gastar dinheiro com gadgets caros, farras de bebida ou roupas e calçados desnecessários. Podemos nos sentir orgulhosos que nosso objeto de consumo é um novo livro bem projetado e intrigante. Aquele cheiro de livro novo… Vocês sabem.

Verdade que a compulsão de comprar livros pode ser uma chatice, mas há muitas razões para continuar entregando-se ao ato de comprar livros sem a intenção imediata de lê-los. Então compus uma lista de razões estabilizadoras-do-ego para continuar libertando o bibliófilo que reside em nós, apesar do fato de que, bem, eu não sei, talvez até mais da metade das suas estantes consistam em livros que você mal começou a ler. Considere estas estratégias de enfrentamento.

Você apoia o livro

Esta é a era da tecnologia se infiltrando em uma indústria normalmente alheia a todos esses 1s e 0s. Ao comprar o livro, você está comprando o livro. Ele está cheio de páginas, tem uma lombada e uma capa que ressoa essa beleza. Segurá-lo em suas mãos dá a sensação muito maior de um livro, enquanto um eReader dá a sensação de segurar uma tela feita para imitar. Quando você compra o livro físico, você possui a melhor versão.

Você está comprando arte

Quantos livros você já quis comprar só porque a capa do livro era linda? Eu gosto tanto das capas que mantenho uma página no Facebook inteiramente dedicada às capas. Bem, se você comprar um livro pela capa, você está essencialmente comprando uma obra de arte. Não desconsidero as palavras entre as capas, mas a cobertura é muitas vezes uma parte fundamental do livro e, na maioria das vezes, a capa ganha pouco crédito pelo eficaz trabalho de seduzir os consumidores.

Você apoia o autor

O que poderia ser tão óbvio, mas é consistentemente subestimado: você comprou o livro do autor. Isso ainda significa muito. Especialmente hoje, quando cada venda determina se o autor terá outra chance de publicar um livro com uma editora. Você comprou o livro, está apoiando a escrita do autor. É uma forma de dizer “obrigado”. Saiba que em cada livro reside o esforço de um autor em ser ouvido.

Você está iniciando uma cadeia de propriedade

Com a compra de um livro, você está conscientemente participando do seu ciclo de vida. Depois que o livro ultrapassa seu tempo com o primeiro proprietário, ele poderá ser repassado à outra pessoa, doado a uma biblioteca ou ser vendido a um sebo, até ser recuperado por outro bibliófilo. O livro se torna propriedade de alguém por um período de tempo só para terminar com outro concessionário e, posteriormente, outro proprietário. Ao comprar um novo livro de sua editora ou livraria, você está engajado neste ciclo de vida contínuo.

Você apoia a publicação

Assim como ao autor, a compra de um livro novo apoia os esforços do editor do autor. Há uma grande quantidade de trabalho envolvido até tornar o livro tão agradável aos olhos e ao toque. O editor se desdobra para fazer com que livro atenda a essas expectativas e ao mesmo tempo certificando-se de que o autor será recompensado com vendas positivas. Você comprou o livro, está fazendo sua parte.

Continue comprando livros para agradar seu coração. Compramos mais livros do que poderemos ler, e isso pode ser bom, desde que deixemos os livros viver suas vidas.

O texto é uma tradução adaptada de “Buying books and never reading them”.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Big acervo

Próximo post

Investimentos fabulosos em Parintins, terra dos bumbás Garantido e Caprichoso

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *