“Os cientistas dizem que somos feitos de átomos, mas um passarinho me contou que somos feitos de histórias”, disse Eduardo Galeano ao lançar seu último livro, Os filhos dos dias, no ano passado.

No velho e bom Brasil, um país onde gozar dos direitos políticos é dar risada das propagandas eleitorais, ainda acreditamos, ou ao menos somos levados a acreditar, em um mundo de democracia e liberdade, onde todos supostamente podem exercer sua cidadania.

De que forma aquele pode contribuir para a democratização desta

A inclusão digital possui o papel de resgatar os excluídos e incluí-los na sociedade da informação, por meio de políticas que visem ao seu crescimento e autonomia

A complicada tarefa de interpretar um texto

Uma reflexão a respeito da sua presença na história do Brasil

Uma de minhas maiores indignações na Biblioteconomia é quando vejo estudantes, profissionais e professores quando abordados sobre perguntas como “O que faz o bibliotecário?” ou “O que estuda a Biblioteconomia?” e a resposta vem ressonantemente vazia: o bibliotecário não trabalha apenas em biblioteca ou a Biblioteconomia não se estuda apenas para atuar em biblioteca.