4
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+
Biblioteca Infantil Municipal Renato Sêneca de Sá Fleury, Sorocaba/SP. Foto: Zaqueu Proença / agencia.sorocaba.sp.gov.br.
Biblioteca Infantil Municipal Renato Sêneca de Sá Fleury, Sorocaba/SP. Foto: Zaqueu Proença / agencia.sorocaba.sp.gov.br.

Do site Cruzeiro do Sul/Cultura.

A Prefeitura de Sorocaba (São Paulo), por meio da Secretaria de Cultura (Secult), inicia neste mês de janeiro as comemorações do aniversário de 30 anos da Biblioteca Infantil Municipal Renato Sêneca de Sá Fleury, inaugurada no dia 15 de agosto de 1986. Entre as diversas atividades, que ocorrerão ao longo do ano, a população terá a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre esse lugar especial localizado no Centro de Sorocaba, num passeio guiado pelo historiador José Rubens Incao, coordenador da unidade. Os participantes terão acesso às informações acerca da história do prédio e da biblioteca, suas atividades, acervos e as curiosidades daquele espaço. Interessados – de todas as idades – já podem fazer as inscrições a partir de hoje, das 8h às 17h, pelo telefone (15) 3231-5723. A atividade é gratuita e as vagas são limitadas. O passeio será na quinta-feira, dia 28, das 19h às 21h.

Além do passeio, a programação de janeiro terá o já tradicional projeto Encontros com o choro, realizado aos sábados, e as Oficinas de Dobraduras, às terças-feiras. Também haverá um bate-papo com o historiador Adolfo Frioli e uma oficina de culinária infantil.

A Oficina de Dobradura será na terça-feira, voltada a crianças de 6 a 12 anos, das 9h às 10h e das 14h às 16h . Na quarta-feira, às 19h, ocorre o bate-papo com o historiador Adolfo Frioli. Na ocasião será abordado o histórico do prédio e suas diferentes utilizações ao longo do tempo, a atuação do historiador junto à Biblioteca Infantil e o acervo ali preservado. O evento é aberto a pessoas de todas as idades.

Na sexta-feira, dia 29, das 14h às 16h, é a vez da Oficina de Culinária Infantil. Voltada a crianças de 7 a 10 anos, a atividade vai apresentar técnicas simples de confecção de doces. Vagas limitadas. As inscrições podem ser feitas pessoalmente na Biblioteca Infantil, de segunda a sexta, das 8h às 17h.

Sábado, dia 30, tem o projeto Encontros com o choro, com grupo Entre Amigos, das 10h às 12h. Aberto ao público em geral.

História

Administrada pela Secretaria da Cultura (Secult), a Biblioteca Infantil oferece e facilita o acesso aos bens culturais em seus diferentes meios; sejam livros, revistas, imagens, objetos e atividades que despertem o interesse pela leitura e desenvolvimento pessoal e social, principalmente das crianças e adolescentes.

Em 18 de abril de 1978, o então secretário de Educação e Saúde, Luiz Almeida Marins Filho, criou primeiramente a Biblioteca Municipal de Sorocaba, a partir do acervo remanescente da Biblioteca Operária Sorocabana, que incluía também um setor destinado à literatura infantil. Com o crescimento de público e do acervo infantil, a bibliotecária Marisa Pellegrini sentiu a necessidade de criar, em um espaço diferenciado, uma biblioteca destinada especialmente ao público infanto-juvenil. O então delegado Regional da Cultura, Geraldo Bonadio, cedeu uma sala na Delegacia Regional da Cultura (Fórum Velho) para essa finalidade.

Após um ano de trabalho, no dia 15 de agosto de 1986, foi inaugurada a Biblioteca Infantil Municipal. O educador e escritor sorocabano, pioneiro da moderna pedagogia brasileira e autor infanto-juvenil, laureado com o primeiro Prêmio Jabuti de Literatura, Renato Sêneca de Sá Fleury (1895-1980), tornou-se patrono do espaço, emprestando seu nome à Biblioteca Infantil.

O pesquisador José Rubens Incao ficou encarregado da administração do espaço e continua cuidando do local até os dias atuais. Desde a sua inauguração, o espaço iniciou uma série de atividades buscando atrair e fixar seu público, como cursos de dobraduras, pintura, desenho, teatro, mitologia, música e passeios, entre outros.

Em 1987, foi criada a Gibiteca (acervo de histórias em quadrinhos) e em 1988 a primeira Brinquedoteca do interior paulista, atraindo um grande público.

Em 1990, a Biblioteca Infantil foi transferida do Fórum Velho para o atual prédio, na Rua da Penha, iniciando os projetos Semana do Circo e Fonoteca (coleção musical de gravações, partituras e publicações).

Atualmente o acervo reúne cerca de 18.500 livros, além de revistas, discos, brinquedos, obras de artes, objetos e documentos. Preserva a memória de historiadores, escritores e artistas como Waldemar Iglésias Fernandes, Benedito Cleto, Landa Lopes, Porphirio Rogich Vieira e Carlos Castelhano, além das coleções: Memória da Infância e Memória do Circo.

O prédio da Biblioteca Infantil foi construído em 1896 para servir de residência e, posteriormente, foi utilizado como banco, museu, núcleo de entidades culturais e, atualmente, como biblioteca. A construção preserva elementos de todas as suas passagens e abriga um jardim interno, uma cozinha caipira e até um circo. É o único imóvel público do Centro que mantém as características do final do século 19: jardim interno e quintal e as transformações pelas quais passou em sua existência.

A Biblioteca Infantil funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na Rua da Penha, 673, no Centro. Mais informações pelo telefone (15) 3231-5723.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Economia solidária dá novo fôlego à cultura

Próximo post

Projeto vai levar vasta biblioteca para Mariana/MG

Sem comentários

Deixe uma resposta