0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Como parte das comemorações pelos sessenta anos de Brasília, a Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, em parceria com a Câmara dos Deputados, lançará, no dia 16/12/2020, às 18h, a publicação “Bibliografia Brasília”, um levantamento inédito e exaustivo de obras publicadas no Brasil e no exterior sobre a capital dos brasileiros.

A Bibliografia Brasília organiza registros de livros, artigos de jornais e periódicos, teses e dissertações em todas as áreas do conhecimento – de política a religião, de hidrografia a literatura –, publicados dentro e fora do Brasil, em português e em outras línguas, a partir de um levantamento realizado nas 29 maiores bibliotecas do mundo. Este livro se divide em três blocos. São eles:

1.            Bibliografia: 10.578 fontes numeradas em ordem alfabética, transcritas e apresentadas segundo as normas emanadas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

2.            Índice onomástico: 6.560 nomes de pessoas, entidades ou autoridades que são objetos das obras listadas no bloco 1. Registrado em ordem alfabética e com indicação dos números correspondentes aos itens do bloco 1.

3.            Índice temático: disposto alfabeticamente, constitui-se por mais de dois mil temas divididos em cabeçalhos e subcabeçalhos, com indicação dos números correspondentes aos itens do bloco 1.

Ao permitir conhecer de forma rápida e segura todas as narrativas já construídas a respeito de Brasília, a obra servirá de subsídio para novos estudos e políticas públicas.

Como parte das comemorações pelos sessenta anos de Brasília, a Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, em parceria com a Câmara dos Deputados, lançará, no dia 16/12/2020, às 18h, a publicação “Bibliografia Brasília”, um levantamento inédito e exaustivo de obras publicadas no Brasil e no exterior sobre a capital dos brasileiros.

A Bibliografia Brasília organiza registros de livros, artigos de jornais e periódicos, teses e dissertações em todas as áreas do conhecimento – de política a religião, de hidrografia a literatura –, publicados dentro e fora do Brasil, em português e em outras línguas, a partir de um levantamento realizado nas 29 maiores bibliotecas do mundo. Este livro se divide em três blocos. São eles:

1.            Bibliografia: 10.578 fontes numeradas em ordem alfabética, transcritas e apresentadas segundo as normas emanadas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

2.            Índice onomástico: 6.560 nomes de pessoas, entidades ou autoridades que são objetos das obras listadas no bloco 1. Registrado em ordem alfabética e com indicação dos números correspondentes aos itens do bloco 1.

3.            Índice temático: disposto alfabeticamente, constitui-se por mais de dois mil temas divididos em cabeçalhos e subcabeçalhos, com indicação dos números correspondentes aos itens do bloco 1.

Ao permitir conhecer de forma rápida e segura todas as narrativas já construídas a respeito de Brasília, a obra servirá de subsídio para novos estudos e políticas públicas em prol da sociedade.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

A resistência preta presente no sarau

Próximo post

Pra que serve a utopia?