Matéria da revista Superinteressante deste mês dá conta de uma prática que por aqui leva outro nome: Entrevista de Referência.

A urgência por condições mais justas não são mero impulso jovem pela revolução, ela vem acompanhada da dose certa de esclarecimento e lucidez.

Nos idos anos de 1970 o Movimento Estudantil fez história, figurando como um dos principais articuladores em torno do combate ao regime militar que se instalara por aqui desde a década anterior. Nas …

É através da leitura que Otávio Junior pretende mudar a história de violência dessa região. Nascido na Penha, zona Norte da cidade do Rio de Janeiro, ele criou o projeto “Ler é dez, Leia favela”.

Com a popularização dos e-readers (leitores eletrônicos) entre alunos, o empréstimo de livros nas escolas brasileiras passa por um processo de adaptação.

“Arquitetura de Informação seria a forma de estruturar informações no ambiente web, para que qualquer usuário consiga se encontrar”.

Dir-se-ia uma festa aqui dentro. É uma festa viva e alegre e há lágrimas que cantam nos olhos. É possível ouvir valsas de Strauss e também Romana e noites da China saindo pelas …

Idealizador e coordenador do projeto Ler é dez, Leia Favela, fala, nesta entrevista, das motivações que o levaram a pensar o projeto, as dificuldades da empreitada, além dos sonhos.

Observando a realidade dos profissionais da informação, aqui especificamente o bibliotecário, constato que estamos sofrendo mudanças no que se refere ao desenvolvimento de nossas atividades.

Foi lançada no último dia 04 a Frente Parlamentar em Defesa da Biblioteca Pública. O objetivo da frente é discutir o papel estratégico da BP na formação intelectual do cidadão.