0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+
Biblioteca tem infiltrações e goteiras; livros foram cobertos com plásticos (Foto: Wellinson Maximin/Arquivo Pessoal)
Biblioteca tem infiltrações e goteiras; livros foram cobertos com plásticos (Foto: Wellinson Maximin/Arquivo Pessoal)

Por Fabiana Figueiredo, do G1 AP.

A chuva que atinge Macapá nesta segunda-feira (27) deixou molhada parte da biblioteca central do Instituto de Desenvolvimento Rural do Amapá (Rurap), no bairro São Lázaro, Zona Norte da capital. Segundo o governo do estado, o prédio vai passar por reformas, mas sem data para o iniciar os reparos. O Sindicato dos Servidores do Setor Econômico (Sinsecon) do Amapá diz que o problema é causado pela falta de manutenção da estrutura, o que gerou o aparecimento de infiltrações e goteiras.

Mesa da biblioteca do Rurap ficou sem uso após chuvas dentro da sala (Foto: Wellinson Maximin/Arquivo Pessoal)
Mesa da biblioteca do Rurap ficou sem uso após
chuvas dentro da sala
(Foto: Wellinson Maximin/Arquivo Pessoal)

Apesar das condições, a biblioteca funciona normalmente, de acordo com o presidente do Sinsecon, Wellinson Maximin. O sindicato faz vistorias em órgãos do setor econômico da administração estadual desde quinta-feira (23) para verificar as condições estruturais dos prédios e de trabalho dos servidores.

“A situação mais crítica foi encontrada no Rurap, que tem prédios em várias localidades que estão sem condições de atendimento ao público e até mesmo de serviço”, comentou Maximin, que registrou imagens da biblioteca na manhã desta segunda-feira.

Incêndio atingiu o prédio do Rurap em 2010 (Foto: Wellinson Maximin/Arquivo Pessoal)
Incêndio atingiu o prédio do Rurap em 2010
(Foto: Wellinson Maximin/Arquivo Pessoal)

As imagens mostram que um plástico chegou a ser colocado sobre os livros para protegê-los. O catálogo dos

exemplares também foi reorganizado para não ser atingido pela água. As fotografias ainda mostram uma mesa que ficou sem uso após as chuvas que molharam o móvel dentro da sala.

Um incêndio atingiu a estrutura do prédio do Rurap, em 2010. Apesar do ocorrido, o governo do Amapá informou que o acidente não é causa das infiltrações e das goteiras.

O poder executivo afirmou que as infiltrações e goteiras são resultados da falta de manutenção no prédio e da podagem de árvores que crescem próximo a estrutura. No início de 2015 as árvores receberam manutenção. De acordo com o governo, existe material para a reforma do Rurap, mas o clima chuvoso impede o início dos reparos.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Diálogos Biblioo #1

Próximo post

Renato Lessa, presidente da BN

Sem comentários

Deixe uma resposta