Os acadêmicos em iniciação científica ainda desconhecem as bases e ficam reféns de ferramentas como Wikipédia, Yahoo responde e o próprio Google.