0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Do Jornal O Dia

Com o objetivo de democratizar o acesso à leitura na cidade, o prefeito de Nova Iguaçu, Nelson Bornier, instituiu no último dia 19, o Plano Municipal do Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca (PMLLLB). A lei, que é inédita na Baixada Fluminense, foi publicada no Diário Oficial e é destaque entre as notícias do site do Ministério da Cultura. O plano foi construído com a participação da sociedade civil e do poder público, organizados através do Grupo de Trabalho “Iguaçulendo”.

De acordo com o secretário de Cultura, Wagner D’Almeida, a lei vai nortear todos os espaços com objetivo de transformar Nova Iguaçu numa cidade que valoriza e investe na leitura. “A aprovação do plano era uma das nossas metas. Antes mesmo da lei ser sancionada, já havíamos lançado o Sistema Municipal de Bibliotecas, que faz uma conexão entre a Biblioteca Municipal Cial Brito, que é a Central e hoje está ligada ao sistema estadual de bibliotecas, com as oito comunitárias existente. Agora, todo o acervo está disponibilizado através de uma rede, podendo ser consultado e dando a possibilidade de troca de exemplares. Até o final do ano, vamos comprar novos computadores para informatizar esses espaços”, afirma.

Assim como o Plano Nacional de Livro e Leitura, do qual o programa iguaçuano faz parte, as principais diretrizes do PMLLB são a democratização do acesso nas bibliotecas com a criação de novos espaços, acessibilidade às pessoas com deficiência aos equipamentos, melhora no acesso e distribuição de livros e a outras formas de expressão da leitura e ampliação dos horários de atendimento ao público, por exemplo. O Plano Municipal do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas é composto por metas de curto, médio e longo prazo, e o governo prevê sua implantação integral até o final de 2016.

Próximos passos

Um dos projetos previstos para 2015 é a realização da Feira Literária- Cidade do Livro, que visa através da criação de festivais literários transformar escolas em centros de formações de leitores, para aumentar o índice de leitores em todas as faixas etárias no município. Outra atividade que em breve estará disponível em Nova Iguaçu é a biblioteca itinerante, que buscará a valorização do cidadão como leitor e a ampliação da oferta da literatura em vários bairros da cidade.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Biblioteca com proposta diferente

Próximo post

Bibliotecas Públicas alagoanas

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *