0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Começo do ano, é chegada a hora de por os planos daquela listinha do ano novo em prática. Imagino que muitos de vocês, meus colegas bibliotecários, tenham colocado como meta “estudar para concursos públicos”. Na nossa área dizem as “más e as boas línguas” que concurso é o melhor caminho. Estabilidade, salários atrativos, a certeza de nunca ser despedido…. sinceramente sou descrente de todo tipo de verdade talhada em pedra. Acredito que cada um deve refletir sobre o que te faria feliz, o que te motivaria a acordar todo dia para trabalhar, já caindo nos clichês dos desejos.

Nossa área profissional tem muitos campos distintos de atuação e nem sempre ser funcionário do governo é que te tornara realizado profissionalmente. Contudo se você já refletiu sobre, fez uma equação sobre tempo de estudo, esforço, remuneração oferecida, comparou com a vida que você deseja ter e decidiu se jogar de cabeça no mundo dos concursos públicos, bate aqui , “tamo junto!”

Decidi que além da profissão de bibliotecária que exerço com todo meu amor, seria uma “concurseira de carterinha”. Algum tempo venho batendo cartão em vários certames. Até criei um blog para falar sobre, é o santabiblioteconomia.com.

E em 2015 como vai ser essa leva de concursos? A grande pergunta é: o governo vai cortar gastos? Um pouco imprevisível. Sabemos que a economia do país não anda lá muito bem das pernas, e que cortes são necessários, porém por outro lado sabemos como o sistema público carece de novos servidores. Principalmente as universidades públicas que tem uma alta rotatividade de funcionários, muitos entram e em pouco tempo são aprovados em concursos com remunerações maiores. Raramente a conta fecha entre os convocados e os que efetivamente exercem o cargo por um grande espaço de tempo.

Temos ótimos concursos para a nossa área autorizados que em breve vão estourar por aí. Brasília, capital do nosso Brasil inegavelmente tem as melhores oportunidades em nível de remuneração. Já certos de acontecer em 2015 : Tribunal de Contas da União (TCU) , 2 vagas e salário inicial de 12 mil; Câmara dos deputados, para arquivologia e biblioteconomia foram liberadas 14 vagas, ainda não se sabe quanto para cada área, salário inicial em torno de 18 mil. No sudeste podemos contar com uma nova prova do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES); Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Além disso, já estão abertas as inscrições para o concurso da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)! Ótima oportunidade!

No sul temos algumas universidades como a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) com concursos abertos. No Centro-Oeste em Goiás tem concurso aberto com 43 vagas na Universidade do Estado de Goiás (UEG). Também tem várias Câmaras Municipais que dei uma pesquisada. No nordeste várias universidades também, muitas oportunidades nessa área! Eu sou muito otimista e acredito que 2015 será um ano bom de concursos ainda, levando em conta toda a defasagem de mão de obra do funcionalismo público, a grande roda de dinheiro que os concursos fazem girar no Brasil com cursos, apostilas, livros etc. Não boto fé que seja afetado diretamente pelos cortes por agora.

Se você tem o sonho de ser aprovado em um certame em 2015, persista e se esforce para buscar e superar a cada dia! Boas vagas existem! E eu sou da teoria de que muitos milagres acontecem quando a gente corre atrás! Boa sorte e que 2015 seja um ano de vitória para todos os bibliotecários!

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Prova Brasil

Próximo post

Museu Nacional de Belas Artes

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *