0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Dias dedicados a poesias, literatura, debates e encontros literários. Na sétima edição, a FLIST, Festa Literária de Santa Tereza, homenageia os autores Ferreira Gullar e Roger Mello, além de celebrar os 450 anos da cidade do Rio de Janeiro, nos dias 16 e 17 de maio, em Santa Teresa. No domingo (17), acontece a mesa redonda sobre o papel e o lugar das bibliotecas comunitárias do estado do Rio: avanços e desafios. Participam do debate: Polo Conexão Leitura (Rio), Polo Tecendo uma Rede de Leitura (Duque de Caxias) e o Polo Baixada Literária (Baixada Fluminense).

A mesa será também um momento para ampliar a discussão sobre as politicas públicas para o livro, a leitura e bibliotecas no Rio de Janeiro. “Os Polos de Leitura do Rio e a sociedade civil são os atores primordiais para o desenvolvimento de políticas públicas para área dos livros leitura e das bibliotecas. Sem a participação da sociedade civil e das bibliotecas comunitárias, corremos o risco de receber um pacote pronto, com leis que não correspondem às necessidades da nossa população. Por isso, convidamos a todos para participar desse importante debate, no domingo, às 11h, no café literário do Parque das Ruínas”, afirmou Luzia De Seta, gestora do Projeto Plantando O Futuro, que representará o Polo Conexão Leitura na mesa.

Polo Conexão Leitura

O Polo Conexão Leitura é uma rede de quatro bibliotecas comunitárias, que desenvolvem ações para formação de leitores e a promoção da leitura literária em comunidades do Rio de Janeiro. O polo disponibiliza 15 mil livros de literatura aos cariocas, com a sua presença no Morro da Mangueira, no Complexo da Maré, em Rio das Pedras e no Engenho Novo.

 

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Projeto Ocupa Escola

Próximo post

MEC e Universidades

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *