0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Na mesma semana que o debate em torno do texto “Desisti da Biblioteconomia” se tornou mais intenso, eu recebi uma mensagem do meu amigo Mateus pelo facebook: “Eu Tô pensando em fazer Biblioteconomia! O que você tem a me dizer a respeito?”.

O que eu tenho a dizer sobre a Biblioteconomia pode encher quilos de páginas, mas me limitei a dizer o que fosse de caráter mais informativo sobre a profissão e mesclei com minhas experiências universitárias e profissionais. Usei a linguagem mais descontraída que pude e o intitulei com o mesmo título desse texto. E repito o título, porque a versão que o Mateus recebeu (cheia de informações sobre salário, mercado profissional, currículo etc) era a edição objetiva para um vestibulando confuso, mas a edição que eu queria ter escrito era essa:

Querido Mateus,

Venha fazer Biblioteconomia porque nós estamos desesperados. Nós: eu, você, a sociedade brasileira. Estamos famintos por comida, moradia, saúde, mas também por educação, cultura, livros, informação. Então venha, mas não para formar um exército de bibliotecários que vai livrar a população da ignorância e sim para conquistar as ferramentas que vão construir junto com as pessoas seus hábitos e seus métodos de acesso aos livros e a informação.

Venha fazer Biblioteconomia porque nós estamos desesperados. Nós: eu, você, a sociedade brasileira. Porque existem em universidades, escritórios e empresas mais vagas do que profissionais e a organização da informação especializada é o que hoje separa as iniciativas bem-sucedidas das fracassadas e ainda assim vivemos a desvalorização da nossa profissão. Então venha porque é a luta diária, as iniciativas que começam pequenas e nossas grandes esperanças que vão mudando o cenário.

Venha fazer Biblioteconomia porque nós estamos desesperados. Nós: eu, você, a sociedade brasileira. Há um número assustador de bibliotecas fechadas no país e outras tantas que nunca chegaram a ser abertas. Então venha, porque precisamos de mais braços para colocá-las para funcionar, mas também de mais corações, mentes e vozes indignadas para se juntarem às nossas.

Venha fazer Biblioteconomia porque nós estamos desesperados. Nós: eu, você, a sociedade brasileira. Há cursos de Biblioteconomia sendo engolidos pela ciência da informação até em seus nomes e outros sendo engolidos pelo tecnicismo acéfalo. Então venha e traga sua revolta e sua vontade para unir às nossas, que apesar de tudo ainda estão aqui e ainda persistem.

Venha fazer Biblioteconomia porque nós estamos desesperados. Nós: eu, você, a sociedade brasileira. Porque hoje é dia do bibliotecário e nossas esperanças se voltam para debates ao invés das palestras silenciosas, para lutas invés da repetição conformada, para união ao invés de representações repressoras e para o leitor antes dos livros. Então venha, porque pessoas como você fazem falta para um real Feliz Dia do Bibliotecário.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Dia do Bibliotecário

Próximo post

Biblioteca Pública Estadual do Rio de Janeiro

1 Comentário

  1. Giannina
    12 de março de 2014 a 21:35 — Responder

    Assim até eu que tenho uma longa jornada na Educação Física vou querer ser bibliotecária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *