0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

A palavra biblioterapia é originada pela composição de dois termos gregos biblion (βιβλίο) – livro e therapeia – (θεραπεία) terapia, tratamento. Dessa forma, trata-se da função terapêutica da leitura. Portanto, biblioterapia é o tratamento através da leitura ou por meio de livros. Em sua obra Biblioterapia, Eva Maria Seitz define este tipo de tratamento “como um programa de atividades selecionadas, envolvendo materiais de leitura para problemas emocionais e outros” destacando que “a leitura proporciona prazer e conforto, contribuindo para o bem-estar emocional, físico e mental das pessoas”.

Os objetivos da biblioterapia: ajudar na adaptação à vida hospitalar; melhorar a autoestima; aliviar as tensões diárias; revigorar as forças; amenizar a ansiedade e o estresse;  ajudar a lidar com sentimentos negativos, como a raiva e a frustração; conduzir ao riso; preservar a saúde mental e psicológica; propiciar a compreensão emocional e intelectual; favorecer a socialização pela participação em grupo; permitir uma conexão com o mundo e o contato com a realidade. Pode ser empregada em hospitais, clínicas, orfanatos, escolas, asilos, penitenciárias, podendo beneficiar crianças, jovens, adultos, idoso, pessoas com necessidades especiais, viciados e doentes crônicos.

Leia o texto completo na edição 33 da Revista Biblioo. Adquira em nossa loja virtual.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Arca das Letras

Próximo post

Edição 33

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *