Autor do Arquivo

Maria Mary Ferreira

mm

Professora Associada II do Departamento de Biblioteconomia e do Programa de Pós Graduação em Políticas Públicas da Universidade Federal do Maranhão; Doutora em Sociologia pela UNESP/FCLAr. Atualmente faz Pós-Doutorado na Universidade do Porto/Portugal com bolsa da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA)

Cabe aos bibliotecários criar canais de socialização de informações para se contrapor ao “establishment” forjado pela elite

Ou como combater as incertezas do futuro com a democratização da informação

Neste momento é necessário juntarmos nossa competência, nossas práticas políticas para mostrar de onde vem a disposição para a intolerância

O estado e os municípios maranhenses precisam incluir os bibliotecários em seus planos e projetos de educação, cultura e desenvolvimento, defende a professora Maria Mary Ferreira neste artigo