Autor do Arquivo

Cláudio Rodrigues

mm

Cláudio Rodrigues é também Claudicélio Rodrigues. Ou seja, um ser camaleônico. Maranhense, errante, habitante de Fortaleza e professor adjunto de Literatura Brasileira na UFC. Mestre e doutor em Teoria Literária. Escreveu os livros "Um rei que virou lenda" (2009), "Cirandeira do Menino-Deus" (2009), e "O encontro do Corvo inglês com o Urubu brasileiro na terra do sol inclemente" (2012), geralmente colocados na prateleira dos infantojuvenis, mas voltados para o leitor de todas as idades. Colabora com frequência com a Biblioo.

É isso o que esse texto é. Diz-se que em tempos hipermodernos tudo é líquido: as relações pessoais, a relação profissional, o tempo que dispomos para o descanso, o modo como buscamos e …

É fato que o Brasil tem buscado implementar políticas de promoção da leitura. Inúmeras estratégias têm sido difundidas para o fomento da leitura entre crianças e jovens em idade escolar. Refiro-me, obviamente, à …

Fato 1. O massacre de Realengo. No dia 7 de abril de 2011, o jovem Wellignton Menezes entrou na escola Tasso da Silveira, em Realengo, bairro da zona norte do Rio, disparou contra …

A década de 1930 é conhecida nos espaços literários como o momento do romance regional, especificamente o romance ambientado no sertão nordestino. Após as reivindicações dos modernistas de 22, e de ser instaurada …

Embora os profetas pós-modernos de plantão tenham vaticinado o fim do livro (sobretudo o de papel), nunca se editou tanto como na última década. Agora, com a chegada dos tabletes, parece que o …

É fato: nunca se publicou tantas antologias como agora. Parece que o universo editorial tenta fazer um resgate de autores que, por alguma razão, deixaram de ser lidos, ou foram pouco privilegiados em …

  Os três pavilhões do Riocentro estão repletos delas. Riem fácil, saltitam, cantam, brincam e… lêem. Sim, a Bienal é um verdadeiro parque de diversões para a gurizada que, indo com os professores …

Mário de Andrade fez de sua vida uma constante busca pela alma brasileira, nas manifestações populares, nas tradições, na literatura, na musicologia, no folclore.

O conto ou novela é apresentado pelo autor como uma fábula para todas as idades, embora aqui no Brasil a editora o tenha colocado na prateleira dos juvenis.

Virou moda nos últimos anos. Um jornalista, esse sujeito que sabe um pouco de tudo e não se apega teoricamente a nada, faz uma série de pesquisas, revira o baú da velha e …