Autor do Arquivo

Cláudio Rodrigues

mm

Cláudio Rodrigues é também Claudicélio Rodrigues. Ou seja, um ser camaleônico. Maranhense, errante, habitante de Fortaleza e professor adjunto de Literatura Brasileira na UFC. Mestre e doutor em Teoria Literária. Escreveu os livros "Um rei que virou lenda" (2009), "Cirandeira do Menino-Deus" (2009), e "O encontro do Corvo inglês com o Urubu brasileiro na terra do sol inclemente" (2012), geralmente colocados na prateleira dos infantojuvenis, mas voltados para o leitor de todas as idades. Colabora com frequência com a Biblioo.

“Não existe pecado abaixo da linha do Equador” ou “Abaixo do Equador, tudo é permitido”. Munidos dessa ideia, os aventureiros europeus do século XVI se lançavam ao mar, enfrentando seus perigos, para desembarcar …

Não basta estar na rede, é preciso causar. Interessante é que o verbo causar, que pede uma transitividade, na condição de gíria é tangenciada pela intransitividade. Quem causa simplesmente causa. Está, pois, cheio …

“um dia sei que estarei mudo: – mais nada“ (Cecília Meireles) Escrevo como quem parte às pressas e precisa deixar recados por todos os cantos da casa. Escrevo porque disseram que é o …

E não me canso de buscar alguma coisa que ainda não existe. Procuro-a em tudo quanto é canto. No céu ela não se encontra. Na terra que me foi possível percorrer também não …

Tenho muito pouco tempo para escrever este texto porque meu tempo neste momento se resume em limpar casa, sair para comprar móveis que só vão chegar daqui a um mês, cuidar de coisas …

Se eu não fosse mundano demais, certamente seria eremita. Viveria recluso, longe da humanidade e mais apegado à natureza. Ficaria mais próximo dos cascalhos, do ar, dos arbustos, das árvores retorcidas do deserto… …

Você almeja minhas certezas. Uma fagulha que seja. E te dou minhas dúvidas. Que fará você com as certezas? Escalará montanhas? Derrubará barricadas? Atravessará oceanos a braçadas? São as dúvidas que nos projetam. …

Durante uma aula de redação, há poucos dias, comecei a esboçar essa crônica. A proposição apresentava uma tirinha e um artigo cujo tema era bajulação. O artigo da revista Época Negócios (março de …

Odeio autor desconhecido. Odeio mesmo. Não estou me referindo àquele desconhecido porque a mídia e o mercado editorial não o viram ou não querem vê-lo. Não é esse desconhecido que é objeto da …

No início de mais um ano, quero refletir a partir de dois símbolos que escolhi para presentear uma turma que me escolheu para paraninfo da conclusão do Ensino Médio na escola Sagrado Coração …