0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Janeiro nunca foi conhecido como o mês de maior estabilidade financeira do ano: IPTU, taxa de incêndio, férias da criançada, material escolar, cartão de crédito do natal e, claro, pagamento do conselho profissional.

Com rolezinhos acontecendo nos shoppings de várias cidades do país, eu dava meus rolezinhos particulares e diários na minha caixinha de correio esperando – sem muita ansiedade, devo admitir – o famoso boleto para pagar a anuidade. A pressa se dá porque quanto antes é feito o pagamento, maior o desconto e 15% pode não ser o desconto dos sonhos, mas – para o meu bolso – é melhor que desconto nenhum.

Assim, o grande hit das redes sociais de bibliotecários entre rolezinhos, Grammys, aumentos das passagens e o calor sem limites desse verão, era a muito repetida frase “Ei amigos bibliotecários, vocês já receberam o seu boleto?”. Com os valores da anuidade já conhecidos há alguns meses, através da publicação do reajuste no Diário Oficial, a classe segurava as pontas para dar conta de um pagamento de quase 300 reais cujo boleto só chega do meio para o final do mês.

A essa altura do campeonato, já passamos de “vocês já receberam?” para “finalmente recebi!” e, claro, as reclamações de praxe sobre o valor, mas esse ainda é todo o debate em torno da anuidade: conversas informais em redes sociais e chamadas para a contribuição. Mais um ano que começa, mais uma anuidade que se paga e ainda nenhum convite para o debate da questão.

Aqui no Rio de Janeiro, houve a excelente iniciativa de uma plenária aberta em maio do ano passado, onde depois de tanto tempo sem algo do gênero, precisou-se escolher quais comissões do conselho teriam espaço no evento. Uma solução para o problema do curto tempo foi dada ainda nessa mesma plenária: a promessa de plenárias abertas ocorrendo mensalmente. Isso, no entanto, não chegou acontecer, e tivemos apenas mais uma plenária sediada em Campos.

Mas quem sabe em 2014, não é mesmo?

Enquanto continuamos esperando por isso acontecer, vou ali no meu facebook dizer “galera, recebi!”, ainda que para isso tenha tido que ir resgatar meu boleto no meu endereço antigo.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

“Arquivismo” da depressão

Próximo post

Charge Edição 28

2 Comentários

  1. 29 de janeiro de 2014 a 15:04 — Responder

    Por que o Conselho não disponibiliza o boleto pelo seu site, como várias empresas e prestadoras de serviço? Poderiam oferecer várias opções: imprimir o boleto, pagar com cartão de crédito ou através de transferência bancária. E ainda economizariam com correio.
    Quanto ao resto, veremos o que virá em 2014.

  2. Ricardo
    19 de fevereiro de 2014 a 17:24 — Responder

    Gostei do texto, bem redigido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *