0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+
Marinete Gários, vendedora, entre livros

Nem só de pessoas super atarefadas vive o Centro do Rio. Também há espaço para uma pausa e respiração do intelecto. A Biblioo visitou o Largo da Carioca para conhecer o “Corredor Cultural”, localizado à entrada do Metrô, próximo à Avenida Rio Branco – uma das mais movimentadas da cidade.

As milhares de pessoas que circulam diariamente pelo local têm à disposição, os mais variados títulos de livros e periódicos, em 7 pontos de venda. As obras vão de publicações técnicas aos clássicos estrangeiros. Segundo Cláudio Santos, que trabalha como livreiro no local, o assunto mais procurado por seus clientes é o Direito: “Estou aqui há aproximadamente um mês e a maior procura é por livros jurídicos”, salienta.

Largo da Carioca: títulos nacionais e internacionais

Marinete Gários trabalha há 28 anos no Largo da Carioca e destaca que existe uma procura intensa de títulos pelos turistas: “Recebemos franceses, alemães… gente de vários lugares”. A vendedora acrescenta que o espaço recebeu o nome de “Corredor Cultural” pela presença de músicos, artistas plásticos, além dos livreiros.

O bibliotecário e colecionador de obras sobre Monteiro Lobato, Francisco Olivar, é um dos pioneiros neste espaço de vendas. Atuando no local desde 1982, ele destaca a diversidade em seus clientes: “Atendemos a assessores, desembargadores… Já vendemos livros até para o Lúcio Alcântara (ex-governador do Ceará)”.Se o leitor desejar um lugar para ler, ouvir música e ter uma boa conversa, o Largo da Carioca pode ser a opção. E não se espante se alguma figura ilustre lhe indicar um livro.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

A aplicação de marketing e o profissional da informação

Próximo post

A nova leitura e a nova (re)escrita

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *